20

Por que você torce para seu time?

O Futebol está presente em todos os brasileiros, direta ou indiretamente. O grau de fidelidade de uma pessoa com um clube varia muito. Alguns, apenas dizem que torcem pois estão num país que vive esse esporte. Outros, são fanáticos, completamente apaixonados, fazendo loucuras por seu time de coração.
Abaixo teremos as prováveis influências que temos para nos tornar-mos torcedores. Nos comentários, diga qual foi sua influência e qual é o seu time.

Os pais – Esse foi o meu jeito, desde que nasci fui induzido, e hoje sou um colorado fanático. Se o pai ou a mãe forem de fato apaixonados por um clube, é difícil para a criança escapar da sina. Torcer para uma camisa é algo que se aprende antes de falar, algo tão natural quanto segurar a colher ou usar o penico. Quando o garoto vai se questionar porque grita “gol” junto com o pai, já é tarde demais. Claro que também pode haver o efeito contrário: a criança pega birra e, de forma cruel, passa a torcer para o rival. Contudo, se o guri não for cuidado com apego e atenção ou se os genitores não ligarem para futebol, abrem-se as portas para influências externas pra lá de perigosas.

Tios e padrinhos – você não gosta muito de bola ou passa muito tempo longe dos filhos. Às vezes são períodos longos de viagem e seus rebentos convivem durante muito tempo com padrinhos ou tios, que mimam seus bebês com gracejos, presentes, idas ao estádio etc. Quando você se dá conta, tem um inimigo dentro de casa. Mas tudo bem, você não liga muito pra futebol mesmo. Contudo, não tenha dúvidas que vai se irritar muitas vezes durante a vida...

Amigos – outro tipo de influência que pode ser perniciosa. O menino está inserido em um meio social onde a maioria torce pra determinada equipe. Hesitante, ele tenta resistir. Mas o time da maioria está ganhando sempre, o do moleque está na fila e, de repente... ele se converteu! Quando crescer, pode até não lembrar que começou a torcer por causa dos amigos, mas as reuniões de família aos domingos não vão lhe deixar esquecer.

Namorado (a) – acontece muito com moças que não se ativeram de fato a um time. Ela conhece um rapaz que é torcedor fiel de uma equipe e, a partir daí, tem duas opções: tolerar e/ou ignorar os maus hábitos do camarada ou tentar adentrar no mundo dele. Se a escolha for a última, é meio passo para compartilhar da mesma doença do parceiro. O tal gosto pode se desfazer junto com uma eventual separação ou, se a afinidade com o clube for firme, resistir e se tornar parte do cotidiano da pessoa.

A moda – como visto no exemplo acima, uma onda favorável de um time pode ser fator determinante para o desempate ou para que alguém se declare torcedor – mesmo “socialmente” - de uma equipe. Não fosse isso, o Santos, oriundo de uma cidade média, jamais teria uma das dez maiores torcidas do país, algo cultivado na década de 60. A exemplo do São Paulo, que também ganhou adeptos no início dos anos 90.
Um claro exemplo disso nos dias de hoje é o próprio Santos, com os meninos da vila vem conquistando muitos simpatizantes e tocedores.

Partida marcante – Foi desse modo que meu pai começou a torcer para o Inter, numa partida contra o São Paulo. Ás vezes o menino está ali, meio à toa e hesitante em relação a um time. E, de repente, se encontra diante de uma promessa de espetáculo, uma decisão ou um jogo histórico. Mal percebeu e começou a sofrer ou vibrar assistindo à partida, mesmo sem saber direito a razão. Pronto, virou torcedor.

A cidade – já diria Fernando Pessoa, pelo heterônimo de Alberto Caeiro, que o rio da aldeia dele era mais belo que o Tejo, mesmo sem sê-lo. Isso faz com que muitos times do interior tenham fãs apaixonados, porque veem nele uma forma de ligação com o lugar de onde vieram, um cordão que não é conveniente que seja rompido. Também explica porque equipes que são jovens, como o São Caetano ou o Grêmio Prudente, consigam encontrar alguns torcedores – não muitos, claro – mas que atestam a existência da equipe.

Fonte.

20 comentários:

SinaldoLuna" comentou:

Não sou torcedor fanático, sou do tipo "socialmente".
=D

Meus pais também não tem paixão pelo futebol. Assim, também não gosto.

Mas socialmente, tenho simpatia pelo Treze Futebol Clube do meu Estado, Paraíba e, pelo Vasco - Só pra constar, mais uma vez, a nova camisa tá linda. Quero uma.

Parabéns e Sucesso! 0/

13 de abril de 2010 13:32
Renan Ogawa comentou:

Por ser excelente, indiquei seu blog a receber um selo. Pode pegar ele aqui:(http://renance.blogspot.com/ ) e lembre-se de ler as regras!

13 de abril de 2010 13:42
aam-00 comentou:

Nunca torci para time nenhum :/
só torço para seleção em tempo de copa, também são os únicos jogos que assisto.

http://www.sintoonize.com/

13 de abril de 2010 13:46
Limao =] comentou:

cara eu nao so fanatico por fut nem nada falo que torço pro meu corinthias por causa da familia =D

13 de abril de 2010 16:40
MR comentou:

Cara não seu nem um pouco fanatica... na verdade nem ligo p esporte!
Mas o post é bem legal!

13 de abril de 2010 16:45
skitnevsky comentou:

acredito que seja mais pelos pais ou pela Cidade. Torço pro Santos, mais estou muito longe de ser fanática. Até os 8 anos, morava em São Paulo, onde tinha pai corinthiano e mãe santista e avó são paulina, eu viva mudando de time. Mudei para santos, e apartir dos 12 anos comecei a conviver com muitas pessoas santistas, e me deparava com os jogadores muitas vezes... Entao contudo virei santista, mais nunca tive grandes interesses pelo futebol, mais agora tenho contato com varios dos jogadores, e o Neymar é ex namorado de uma amiga minha... isso me da mais interesse para assistir aos jogos hahaha
Muito bom o post :D

13 de abril de 2010 16:58
kbritovb comentou:

axo q meu se encaixa na moda São Paulo campeão 92 93 eu vi ainda mto novo e gostei
lembro q qnd nasci meu tio disse mais um corinthiano hahah erro feio

13 de abril de 2010 16:58
Pobre esponja comentou:

Sou fanático pelo São Paulo.
O que me levou a isso foi uma excursão escolar, aos nove anos de idade, que me levou ao Morumbi. Em uma semana já sabia a escalação do time e não perdia um jogo.

abç
Pobre Esponja

13 de abril de 2010 17:00
Evandro Carlos do Espirito Santo comentou:

Excelente postagem! Torço para o São Caetano, acredito que seja pela região mesmo

13 de abril de 2010 21:36
Victor Faria comentou:

Torço para o Fluminense, pois meu pai também torce. Hoje em dia, não torço só por causa que ele torce e sim porque me identifico com o time.

14 de abril de 2010 18:27
Caetano Lorenzetti comentou:

Po, que massa skitnevsky, ter contatos com jogadores, e com craque Neymar, show!

Poisé Victor, você é praticamente como eu, mas eu sou colorado!

abçs

14 de abril de 2010 18:29
hellodivas comentou:

Quem diz que mulher não gosta de futebol está enganado! AMO futebol e sou fanática pelo fla!
Parabéns pelo blog e Sucesso!
Já está nos favoritos.

14 de abril de 2010 18:37
christian_panto comentou:

Muito bom esse post.
Quando eu era criança eu torcia para uns 5 times diferentes ao mesmo tempo. Mas dai, quando um time jogava com o outro eu tinha de escolher.PSKSPOSKPS era uma confusão.Mas agora segui o time que meu pai torce o Grêmio,e decidido. Mais uma vez, parabéns pelo blog.
spksposk as mininada tao chuvendo ja, Abrass Caetanoo.

14 de abril de 2010 19:17
GLEISSON comentou:

ahh já eu sou FANÁTICO pelo meu TIME o PEIXÃO DA VILA BELMIRO o SANTOS !!
Nem sei como começou todo esse amor que sinto,só sei que não é nenhuma das opções acima.

"É UMA PAIXÃO FORTE QUE NÃO DA PRA EXPLICAR,SÓ SEI QUE TE AMO E SEMPRE VOU TE AMAR ! "

by:GLEISSON OLIVEIRA

22 de maio de 2010 15:13
Junior Silva comentou:

O que me levou a ser corinthiano foi com certeza a final do paulistão de 88. Mesmo na época ainda jogando pelo Guarani, vice-campeão daquele ano, passei também a ser fã do Neto.

Não sou fanático, mas gosto muito de futebol, e amo meu Corinthians.

Abraços.

7 de junho de 2010 00:42
Thiago B. Garrocho / CorinTiaGO comentou:

Sou o único corintiano da minha familia contando com pais tios avós primos rsrs

sou de minas gerais, e não sei bem explicar porque sou corintiano, mas tenho uma grande paixão pelo meu clube.

A única desculpa sempre é essa dos outros times, NÃO TEM LIBERTADORES, quer saber de uma verdade?

NÃO PRECISO DE UM TITULO PRA VESTIR A CAMISA DO MEU TIME, EU VISTO COM TITULO OU SEM TITULO, MESMO SE O CORINTHIANS NUNCA TIVESSE GANHADO NENHUM TITULO NA VIDA DELE EU SERIA CORINTHIANS,PORQUE EU NÃO SOU CORINTHIANS Só COM TíTULOS EU SOU CORINTHIANS SEM TíTULOS E SEM NADA, EU NASCI CORINTIANO E MORREREI CORINTIANO E NÃO ME IMPORTA SE LEVAREMOS MAIS 100 ANOS SEM CONSEGUIR GANHAR UMA LIBERTADORES O IMPORTANTE PRA MIM é SER CORINTHIANS E Só QUEM é SABE, EU NÃO CONSIGO EXPLICAR O QUE é SER UM CORINTIANO, QUEM ESTá DE FORA ACHA QUE SABE E FALA: GAMBAZADA LIXO, LADRÕES SUJOS, MALOQUEIROS VAGABUNDOS! ME CHAMA DO QUE QUISER, ME CHAME DE SEM TITULO, ME CHAME DE SEM LIBERTADORES, MAS NINGUEM, NINGUEM NESSE MUNDO IRá FAZER EU ME CALAR E GRITAR PARA OS CANTOS DESSE PLANETA! EU SOU CORINTHIANS E NUNCA VOU TE ABANDONAR PORQUE EU TE AMO TIMÃO! NÃO SÃO TíTULOS QUE FAZEM UM TIME, MAS SIM A SUA TORCIDA E A NOSSA é E SEMPRE SERá A FIEL!

VÃO-SE OS ANéIS, MAS FICAM-SE OS DEDOS!

7 de junho de 2010 11:28
Vinicius Bordignon comentou:

não tenho ninguém da família corinthiano, nem padrinho, alguns amigos só, mas que com certeza não me influenciaram, até pq já era corinthiano quando os conheci. comecei a acompanhar o futebol por volta de 93 quando o corinthians não ganhou nada de especial. então não tem muita receita não, mas geralmente é questão de família pelo que vejo.

7 de junho de 2010 15:30
Stephanie comentou:

Atleticana fanatica por causa dos meus tios e do meu avo. Meu pai eh cruzeirense. haha

7 de junho de 2010 20:16
Alexandre J.C. Laranjeira comentou:

Pessoal,

Juntamente com meu cunhado e com a orientadora do mestrado dele, estou preparando um estudo econométrico que busca identificar as variáveis e razões que levam uma pessoa a escolher um determinado time de futebol para torcer.

Para poder completar este estudo preciso da ajuda de vocês respondendo um questionário que ele preparou. Basta clicar no link abaixo. Demora apenas 5 minutos. Peço sinceridade nas respostas e respondam apenas uma vez. O questionário é totalmente anônimo.

https://spreadsheets.google.com/viewform?formkey=dDBFTkhwVUxodktUNGI0X0E3bkJ3R0E6MA

Desde já obrigado pela ajuda.

Alexandre Laranjeira

7 de junho de 2010 20:34
Equipe Bollanet comentou:

flamenguista apaixonado, nao doente, que é quem torce pros outros times, brincadeira, respeito todo mundo

http://bollanet.blogspot.com/ um pouqinho de futebol a mais

26 de outubro de 2010 17:43

Postar um comentário