14

Existe ética no futebol?

Com um trabalho excelente no Atlético Paranaense, o treinador Paulo Cesar Carpeggiani abandonou o time paranaense para trabalhar no poderoso São Paulo, por apenas um fator, o dinheiro.

Vivemos em um mundo capitalista, e esse modelo econômico afeta tudo, inclusive o futebol. Porém, além do fator financeiro outro assunto vem a tona com episódios como este, a ética nos bastidores dos esportes. Quem diria que o São Paulo, pregador de tal e sempre reclamando de atitudes rivais, iria 'roubar' Carpeggiani, sem a menor questão de ter boas relações com esse adversário. Vale ressaltar que na maioria das vezes quem faz isso são os clubes, acertando com outros técnicos a panos quentes e comunicando o funcionário atual de forma repentina.

Ao meu ver são duas ações erradas, tanto a de demitir técnicos repentinamente, sem chance de ele ter uma continuação e mostrar seu trabalho, assim como o técnico abandonar sua equipe seja em uma condição adversa (quanto a resultado) , ou em um ótimo momento, prezando apenas pelo dinheiro. O que custava a Carpeggiani continuar no Furacão, terminar a temporada como a melhor dos últimos anos do clube e depois pensar em sua conta bancária.

O que é certo é que situações continuaram acontecendo dentro do futebol brasileiro. Queiram nós, ou não.

14 comentários:

Sua formula se baseia em: comentou:

Esse é o nosso mundo no futebol ou em qualquer área ... cada um por si e todos por dinheiro !

e no futebol é isso que canssamos de ver, escancarado principalmente na carne de tecnicos e jogadores. um grande exmplo de mestre é VANDERLEI LUXEMBURGO !

Bom post;)

4 de outubro de 2010 14:29
Patrick Monteiro comentou:

Poroc Chovinista, Capitalista !
Esse infelizmente é o mundo em que vivemos e os seres que criamos...

Parabens pelo blog...
Se puder visitar
http://blocuzinhoo.blogspot.com/

4 de outubro de 2010 14:30
Mayara comentou:

Pois é, o futebol tem disso. O mundo tem disso. É incrível como o dinheiro está presente em qualquer lugar, poucos são os que se salvam. Adorei a postagem :*

4 de outubro de 2010 14:43
Anônimo comentou:

torço pro SPFC mas essa essa atitude da diretoria não tem nada de ética. Alias, o kajuru já faloiu várias vezes que o meio do fuitebol é mais podre que o meio político.

Diretoria do SP paga de moderna mas utliza das mesmas formas: quantas vezes vi o SP aliciar jogadores de juniores do time do goiás? várias. E por aí vai

Não há perspectivas para uma moralidade do futebol tanto da parte dos dirigentes dos clubes quanto da dona cbf (pelo menos enquanto o ricardo teixeira - ainda infelizmente - continuar vivo)

4 de outubro de 2010 15:59
daniel comentou:

torço pro SPFC mas essa essa atitude da diretoria não tem nada de ética. Alias, o kajuru já faloiu várias vezes que o meio do fuitebol é mais podre que o meio político.

Diretoria do SP paga de moderna mas utliza das mesmas formas: quantas vezes vi o SP aliciar jogadores de juniores do time do goiás? várias. E por aí vai

Não há perspectivas para uma moralidade do futebol tanto da parte dos dirigentes dos clubes quanto da dona cbf (pelo menos enquanto o ricardo teixeira - ainda infelizmente - continuar vivo)

4 de outubro de 2010 16:00
Miilena Cazumbá comentou:

bem legal o post... ética no futbol ta ruim msm de ter...é só dindin q eles pensam!
sucesso ai, passa lá> http://mikzumba.blogspot.com/

4 de outubro de 2010 18:40
Fábio C. Martins comentou:

O politicamente correto só existe em filmes, hoje em dia, infelizmente.

O jeito é lutar por um país melhor, e de contrapartida, por um mundo melhor

4 de outubro de 2010 18:41
André comentou:

Jogadores hj não jogam pela camisa, por gostar de futebol, em primeiro lugar o dinheiro

4 de outubro de 2010 21:07
Look Book comentou:

Nossa eu nao entendo muito de futbol, mais ainda acho que nao exite eética, acho que no fundo no fundo existe uma manipulação por traz.

4 de outubro de 2010 21:08
Í.ta** comentou:

é, cara, é um dedo na ferida isto. mas é assim, infelizmente. sobre a diretoria do são paulo não há comentários. mas são poucas as diretorias que agem corretamente ainda. infelizmente. e eu vejo nisso aquela questão dos técnicos: que não me venham chorar se forem mandado embora muito cedo. porque quando fazem um bom trabalho não o valorizam no clube em que estão. e outra, por favor, né, desde quando essa gente precisa ganhar mais dinheiro do que já ganha?

grande abraço!

4 de outubro de 2010 21:17
luiz scalercio comentou:

so tem um trenador que tem,
palavra q cumple o seu contrato,
q e o murici ramalho esse i homem.

5 de outubro de 2010 16:35
João Luiz Sardá comentou:

Olha, eu posso lhe dizer uma coisa, ja joguei futebol em alguns clubes. Estou em período de negociação e lógicamente o time que me ofereçer melhor salário eu vôu defende-lo. Isto é uma lógica não so no País onde vivemos, mas no Mundo todo. De Algum tempo para cá todos nós seres humanos vivemos em busca só de uma coisa chamada DINHEIRO. Isto nos traz felicidade mas em todas as profissões é taxado falta de ética, grande abraço Sardá !

5 de outubro de 2010 21:07
kbritovb comentou:

é claro
que não ¬¬

só ver bando de jogador mercenario que tem por ae
e técnico tb como agt viu
msm indo pro meu time

6 de outubro de 2010 13:08
BLoG do CHARQuE comentou:

Sim a etica do quem paga mais leva!!

amor a camisa e coisa rara hoje em dia


O melhor blog do meu .... Bairro
http://blogdocharque.blogspot.com/

6 de outubro de 2010 14:10

Postar um comentário