1

Santos x Palmeiras: Clássico divisor de águas

A molecada do Santos quer ganhar o terceiro clássico nesse paulista e ficar cada vez mais próximo da classificão hoje, ás 17:00 na Vila. Já o Palmeiras, que está á 5 pontos do G4, faltando apenas 18 pontos a serem disputados, e com 5 times na sua frente na tabela, sabe que se perder esse jogo, a chance diminuirá mais ainda.

- As quatro equipes que chegarem às semifinais terão merecimento. Mas, na teoria, você deixar fora um clube grande é um ponto positivo – confessou o treinador santista.

O Santos, que além de ganhar os clássicos que disputou, tem uma sequencia de 10 jogos invictos no paulista, e uma vitória de 10 a 0 na Copa do Brasil. O quinteto Marquinhos, Paulo Henrique Ganso, Neymar, Robinho e André que vem dando alegria para qualquer torcedor de se ver jogar está confirmado para a partida. Wesley, que foi poupado do jogo com o Naviraiense, na última quarta-feira, também estará na disputa. O atleta deve ocupar a lateral direita do Santos. Pará ficará com o lado esquerdo.

Se Corinthians e São Paulo são fregueses do Rei das Pedaladas, o Palmeiras é o algoz. Pouco antes de sair para a Europa, em 2005, derrota por 3 a 1, no Palestra Itália. Na Vila, além da sua estreia, em 2002, houve também uma goleada marcante por 4 a 0, pelo Campeonato Brasileiro de 2004.

O time do Palmeiras possívelmente terá duas novidades: Lincoln, que chegou no último mês ao clube e Ewherton que está muito feliz de ser relacionado pela primeira vez e poder estrear em um clássico.

-Estou pronto. É um prazer, uma satisfação estar à disposição do Antônio Carlos em um jogo tão importante para nós. Foi resolvida a burocracia de papelada e deu tempo para trabalhar bem e conhecer o grupo – disse o sorridente Ewerthon, de 28 anos, sendo os oito últimos vividos na Europa.
---
Mesmo o Palmeiras surpreendendo e ganhando último clássico contra o SPFC, meu palpite vai para a vitória da garotada: 2 a 0.

Santos: Felipe, Wesley, Edu Dracena, Durval e Pará; Arouca, Marquinhos e Paulo Henrique Ganso; Neymar, Robinho e André.Técnico: Dorival Junior.
Palmeiras:Marcos; Eduardo, Danilo, Léo e Armero; Pierre, Márcio Araújo, Cleiton Xavier e Diego Souza; Ewerthon e Robert.Técnico: Antônio Carlos Zago.
Estádio: Vila Belmiro, em Santos. Data: 14/03/2010. Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado. Auxiliares: Dante Mesquita Junior e Rogerio Pablos Zanardo.
Por: Caetano lorenzetti.

1 comentários:

Lore Bentolila comentou:

Do jeito que essa molecada tá jogando tão bonito, acho que vai dar Santos.

14 de março de 2010 12:42

Postar um comentário