3

Foi sofrido, mas Santos é Campeão Paulista!

Pensa em um sofrimento pra torcida do Santos. Foi maior. O peixe ganhou pelo regulamento o campeonato, já que os placares dos jogos foram iguais: 3 a 2.

Agora pensa em um jogo emocionante no primeiro tempo. Foi mais. Antes do primeiro minuto, Nunes já balançava as redes após cruzamento, o trabalho do matador só foi escorar para as redes. Neymar chamou o jogo pra si, teve personalidade, e aos 8 minutos fez um golaço. Robinho escorou de letra para o garoto, que deixou três sentados assistindo a bola estufar as redes.

Aos 16, o Santo André fez mais um com Rodriguinho, porém, o gol foi mal anulado, um erro grave. Na sequência, o Ramalhão acertou a trave de Felipe em chute de Branquinho. Mas ao 20, o time conseguiu o seu segundo gol com Alê, que aproveitou mais uma falha da zaga santista pelo alto.

Aos 22 minutos, Alê fez falta dura no garoto santista, provocando uma grande confusão. Ganso tomou as dores do amigo e partiu para cima do volante. A confusão tornou-se generalizada. Léo e Nunes começaram uma ríspida discussão paralela perto da linha lateral e acabaram expulsos.

O Santos conseguiu o empate com um lance que mostrou o futebol que encantou o Brasil esse ano. Robinho tocou para Ganso, que de letra, deu um passe espetacular deixando Neymar na cara do gol, o craque de esquerda bateu no cantinho para fazer o gol.

Marquinhos, fez falta feia e infantil no meio de campo em Branquinho e acabou sendo expulso. O Santo André aproveitou. Bruno César acertou belo passe para Branquinho, que entrava pelas costas da defesa santista. O meia girou e bateu colocado, de direita, sem chances para Felipe, desempatando novamente o jogo.

O segundo tempo foi um drama. Com mais uma expulsão, dessa vez de Roberto Brum, o Santos se defendeu e por pouco não perdeu o título. P.H Ganso teve a personalidade de falar que não queria sair, e ele correspondeu. Segurou a bola na frente, conseguiu escanteios e faltas.

O lance que fez os santistas terem um ataque cardíaco foi aos 45. Rodriguinho completou um cruzamento da esquerda, e bola tocou na trave direita, com Felipe torcendo para ela não entrar. Depois dessa, não poderia dar outra, Santos Campeão!

PARABÉNS SANTOS, CAMPEÃO PAULISTA 2010!
P.s: Não se pode esquecer de parabenizar o Santo André, que foi valente e por pouco não levou o título, perdendo apenas pelo regulamento e pela erro do juíz. Parabéns!

3 comentários:

Í.ta** comentou:

o santo andré cresceu nessa final. calou a muitos que imaginavam duas goleadas santistas. não foi o santos quem desmereceu ou negligenciou as finais, foi o santo andré quem cresceu. coisa que o são paulo não fez nas semis, por exemplo.
perdeu, o santro andré, não pelo regulamento ou pelo juiz. perdeu porque faz parte do futebol perder, assim como ganhar. foi no detalhe. não cabe desmerecer o campeonato brilhate do santos com palavras como "regulamento" ou "arbitragem". se o regulamento favoreceu o santos, foi porque sobrou no campeonato e ficou em primeiro. merecido. e o gol mal anulado é detalhe do jogo. não se pode ver má intenção nisso. foi lance pra lá de duvidoso.

2 de maio de 2010 22:29
Schuan Terra comentou:

torci muito pelo Santo Andre, o time jogou com raça de igual p igual! merecia levar o titulo so p calar a boca dos moleques do santos!

duas bolas na trave e um gol mal anulado!

3 de maio de 2010 10:56
Caetano Lorenzetti comentou:

íta.
Concordo contigo que o Santos teve o regulamento a seu favor por mérito. Mas, em relação a outros campeonatos a situação seria de um empate e o desempate seria nos penaltis.
Quanto ao erro do juíz não foi de má fé, obviamente, porém, no meu ver,foi um baita de um erro, um impedimento claro.
Qualquer um que ganhasse seria merecedor do título.

3 de maio de 2010 12:36

Postar um comentário